quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

Gessingeriando 1 Berto.


Já que nenhuma das minhas lindas resolveu falar desse perfeitoso, eu falo!


  Humberto Gessinger, 51 (24/12), Porto Alegre; vocalista, baixista, pianista, guitarrista.
Líder das formações de Engenheiros do Havaii e Parceiro de Duca Leindecker no projeto Pouca vogal.

 
Se você ainda não sabe, Gessinger estudou arquitetura na federal do Rio Grande do Sul, mas não concluiu, a banda se formou nesse época sendo ele o único integrante da primeira formação, o nome vem do fato de forte da faculdade ser engenharia e o pessoal adorar pegar ondas, daí Engenheiros do Havaii; e Pouca vogal se deve ao fato de os nomes deles terem poucas vogais, curioso não?!!!



Segundo fontes, ele tem 21 discos, sendo 17 da banda, 1 do trio, 2 do Pouca vogal e um projeto lançado ano passado, Cd solo; o primeiro só de músicas inéditas:  
"Resolvi assumir o nome solo pois não usei uma banda fixa na gravação do INSULAR, convidei vários músicos que admiro, usei várias formações. Mas não houve ruptura na maneira como escrevo e toco, só amadurecimento.” (HG)

HG publicou 6 obras literárias, entre elas "Pra ser sincero" ( que é o nome de uma das minhas músicas preferidas) que conta a história de 25 anos da banda ( 1984-2009): 


"Em 11 de janeiro de 1985, mesmo dia da abertura da primeira edição do Rock in Rio, Humberto Gessinger subia ao palco do auditório da Faculdade de Arquitetura da UFRGS de cabelo new wave e bombacha, para o primeiro show de uma banda que tinha nascido para durar uma noite só. Era para ter se chamado 'Frumelo & Os Sete Belos', mas ninguém gostou, então os integrantes da banda resolveram fazer uma brincadeira com os estudantes de Engenharia e os surfistas que frequentavam o bar da universidade, que estava a pelo menos 100 quilômetros do mar - Engenheiros do Hawaii. Vinte e cinco anos depois dessa estreia, Humberto Gessinger - que acompanhou todas as formações desde o primeiro show - lança neste livro seu olhar sobre a trajetória do grupo, sobre cada uma das composições e revela curiosidades e bastidores das gravações, trazendo ainda fotografias e informações sobre cada um dos discos, letras comentadas e um diário de 1984 a 2009".


Cabelos

 ao 

vento.



2 comentários: